O que é Terapia Integrativa ?

A terapia integrativa resulta da união várias práticas e técnicas voltadas para cuidados da saúde. Esse conceito é fruto de uma visão mais ampliada da relação entre terapeuta e paciente, a qual deve ser pautada na transdisciplinaridade, isto é, todas as especialidades voltadas para ajudar a promover uma vida mais equilibrada. 

Os tratamentos propostos pela terapia integrativa têm como objetivo diminuir ou dissipar as desarmonias existentes nos indivíduos. Para isso, essa área, através de diversas práticas, procura solucionar problemas físicos, mentais e emocionais dos pacientes. 

Assim como a medicina integrativa, as terapias integrativas pretendem olhar paciente sistemicamente, de maneira global. Elas não funcionam separadas da medicina convencional. Ao contrário, essas técnicas e práticas se baseiam na união de conhecimentos e na construção de um saber mais efetivo, amplo e profundo. 

Portanto, a medicina e a terapia integrativa devem ser vistas como áreas do saber que se somam e podem auxiliar a medicina convencional nos tratamentos. Esse esforço de unir técnicas, práticas e conceitos pretende produzir um grande corpo de conhecimento voltado para a conquista de uma qualidade de vida melhor.

 A terapia integrativa considera cada pessoa em suas peculiaridades e potencialidades, o que, por sua vez, requer uma abordagem vinculada ao reestabelecimento do equilíbrio e à erradicação das raízes do sofrimento. Ela não visa apenas o tratamento dos sintomas, mas a causa.